"Foi uma decisão sábia e a melhor para o Brasil", diz Eduardo Rocha sobre prorrogação das eleições

Parlamentar afirma que eleição em outubro seria um risco para todos

Publicado em

O deputado estadual Eduardo Rocha, primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, viu com bons olhos a decisão de prorrogar as eleições deste ano para o mês de novembro. O pleito que iria acontecer em outubro próximo irá ser realizado em 15 e 29 de novembro, sendo primeiro e segundo turno, respectivamente.

Segundo ele, o Congresso Nacional e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estão de parabéns pela decisão em prorrogar a disputa eleitoral dos municípios. “Estamos no meio de uma pandemia. Vamos ter dificuldades em julho e agosto, então não teria como as pessoas fazerem as convenções, as reuniões, e qualquer tipo de aglomerações de pessoas. O pleito em outubro seria um risco para todos. Foi uma decisão sábia e eu acredito que foi melhor para o Brasil”.

Ainda de acordo com Eduardo Rocha, a torcida e expectativa é que antes de novembro já se tenha boas notícias com relação ao coronavírus e todos possam ter um período de campanha e votações sem riscos a ninguém.

“É praticamente impossível se fazer campanha sem cumprimentar os eleitores, sem um aperto de mão e até um abraço. Espero muito, que em breve tenhamos uma vacina, uma perspectiva de resolução para este problema da Covid-19 e retornemos com nossa rotina normal”, concluiu o deputado que está em seu terceiro mandato.

A mudança de data das eleições foi aprovada no último dia 1º, pela Câmara Federal, após passar pelo Senado Federal. E então o texto foi promulgado no dia seguinte, 02 de julho, pelo Congresso Nacional, que é uma junção das duas Casas de Leis, Câmara e Senado.

Com relação as convenções partidárias que aconteceriam de 20 de julho a 5 de agosto, passam para o período de 31 de agosto a 16 de setembro. Já os registros das candidaturas, que seriam até dia 15 de agosto, passaram para até 26 de setembro.

Crédito: Mariana Anjos-Assessoria deputado Eduardo Rocha

Fonte: Assessoria

Deixe um comentário